top of page

JOHN DEERE APOIA EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO FLORESTAL NO RS




Com o objetivo de consolidar sua posição de liderança no setor de silvicultura, a John Deere, empresa global de tecnologia que fornece software e equipamentos para os setores agrícola, de construção e florestal, marca presença no Florestas Tchê, um importante encontro do setor florestal na Região Sul, que ocorre entre os dias 23 e 24 de maio, em Porto Alegre.


O patrocínio da edição reforça o apoio à evolução da produção florestal na região, que pode contar com toda a tecnologia da John Deere, líder em mecanização da colheita e que agora está investindo em novas soluções para a silvicultura.


“A mecanização da silvicultura é um aspecto-chave para tecnologias como geolocalização de mudas, pulverização com piloto automático dentro da floresta e mapa de plantio integrado à colheitadeira, com acesso a mapas de dados que mostram a localização de cada árvore. Todos esses itens integrados permitem que operadores e gestores atinjam um grande potencial produtivo, abrindo espaço para que dediquem seu tempo a novas técnicas e manejos, inovações e tendências, com base no histórico e dados gerados ao longo de todo o processo produtivo”, afirma João Bihain, gerente de grandes contas da John Deere Brasil e América Latina.


A visão do ecossistema John Deere Florestal abrange toda a tecnologia embarcada nas máquinas, aliada a sistemas de monitoramento e gerenciamento capazes de oferecer uma visão holística da operação de colheita como um todo.


Por meio do John Deere Operations Centers, todos os clientes têm acesso ao ecossistema inteligente e integrado da empresa, de forma online e gratuita, acompanhando os dados e métricas em tempo real. O gestor e seus funcionários podem fazer todo o gerenciamento das operações realizadas em cada uma das etapas de produção, pois as máquinas que estão conectadas à nuvem da John Deere compartilham dados em tempo real com essa ferramenta digital, permitindo criar um sistema de monitoramento e mapeamento.


“Ter um ecossistema conectado é um dos focos da John Deere. A silvicultura de precisão é um modelo de cultivo florestal que se baseia na obtenção e análise de dados específicos de uma produção. Este modelo permite, por exemplo, que o gestor identifique como devem ser trabalhadas questões de preparo do solo, controle da adubação, controle de plantas daninhas, pragas e doenças, em cada microambiente em vez de um único manejo para toda a área”, complementa Bihain.

Comments


bottom of page